JUSTIÇA CONDENA SEIS POR ROUBO EM LIMEIRA – CLIPPING DO JORNAL DE LIMEIRA

Seis são condenados por roubo à residência

Autora: Nani Camargo, para o Jornal de Limeira de 20/01/2010

Seis homens foram condenados pela Justiça de Limeira pela prática de um roubo à residência. O caso foi registrado no dia 20 de fevereiro de 2009 no Jardim Planalto.

As vítimas tiveram prejuízo de cerca de R$ 80 mil, além de terem passado momentos de terror nas mãos dos assaltantes. Um dos condenados é sobrinho dos proprietários da casa e foi ele quem deu todas as informações a respeito do dinheiro que estava guardado em um cofre.

Foram condenados M.A.S. (sete anos de reclusão), C.M. (oito anos e oito meses), R.M. (sete anos), P.R.R.S.C. (sete anos), C.B.L. (oito anos) e V.H.C. (sete anos). Este último é o sobrinho, que fechou acordo com os comparsas de receber R$ 1 mil para dar as informações sobre a casa e a localização do cofre.

Os réus terão que cumprir a pena em regime fechado, conforme a sentença da juíza Daniela Mie Murata Barrichello, da 3ª Vara Criminal de Limeira. A decisão é de 7 de janeiro deste ano e os acusados podem recorrer.

Segundo a denúncia do Ministério Público (MP), o grupo – com exceção do sobrinho – invadiu a residência armado e rendeu duas pessoas que estavam no local. Uma terceira pessoa – uma mulher – conseguiu se esconder em um dos cômodos da casa enquanto o roubo seguia e não foi vista. As outras vítimas – dois homens – foram gravemente ameaçadas. Um deles foi amarrado e o outro, que tentou reagir, levou um tiro no dedo.

Foram levados no assalto R$ 35 mil em dinheiro, R$ 12 mil em cheque, uma quantidade não identificada de dólares e euros, cartões de crédito, celulares e um veículo Corsa.

Os criminosos foram pegos dias depois do roubo, após investigação. O que ajudou a polícia a encontrar os envolvidos foi um rastro deixado por um dos réus. É que o homem, ao fugir da casa, pulou em um quintal vizinho e abandonou algumas roupas que vestia na ocasião – as peças estavam sujas de sangue.

Testemunhas reconheceram as roupas, o que levou a polícia a descobrir o nome de um dos acusados.

Não há informação se o dinheiro e os pertences da família foram recuperados.

Fonte: Jornal de Limeira e Nani Camargo. Republicada com autorização da autora.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s