TJSP REALIZOU SEMINARIO SOBRE DROGAS NA VIDA DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

A Coordenadoria da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça de São Paulo realizou hoje (17) seminário com o tema Atenção a Crianças e Adolescentes Usuários de Drogas. O evento contou com a participação de magistrados, promotores, defensores públicos, psicólogos, assistentes sociais e servidores do TJSP, entre outros profissionais que atuam na área.

As palestras puderam ser acompanhadas ao vivo, no auditório da Associação Paulista de Magistrados, no centro de São Paulo, ou a distância, por videoconferência transmitida pelo site da Apamagis.

O desembargador Antonio Carlos Malheiros, coordenador da Infância e Juventude do TJSP, fez a abertura de evento e destacou a importância de órgãos públicos e sociedade se organizarem a fim de encontrar uma saída para a questão. “As drogas estão matando o nosso presente, mas ainda é possível salvar o futuro. Precisamos nos afinar para, em rede, desenvolvermos tarefas importantes”, afirmou.
A mesa de debates foi comandada pelo juiz da Vara da Infância e Juventude de Osasco, Samuel Karasin. Referindo-se à história de ‘Alexandre, o Grande’, e o nó górdio, expôs sua opinião sobre a solução do problema. “Acredito que, para desatar o nó da drogadição é necessário uma mudança de abordagem. Hoje, convidamos especialistas na área para saber o que tem sido feito nesse sentido, para contar as boas práticas”, disse.
Jorge Arthur Canfield Floriano, educador social do CREAS – Centro de Referência Especializado de Assistência Social – Sé, formado em psicanálise e pós-graduado em Gestão de Política Pública, falou sobre “Criança e Adolescente em situação de rua”. A segunda palestra foi proferida por Antonio Sérgio Gonçalves, educador e psicanalista, gerente do CAPS AD – Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas – do centro da cidade, serviço especializado em saúde mental que atende pessoas com problemas decorrentes do uso e abuso de álcool e outras drogas.
Reinaldo Antonio de Carvalho falou sobre projetos de responsabilidade social do Hospital Samaritano de São Paulo, que estão sobre sua coordenadoria e são voltados para a dependência química e adolescência. Representando a Fundação Casa, a psicóloga Ana Lúcia Karasin, especialista em dependência química e em saúde pública, proferiu a última palestra do dia.
O evento de hoje faz parte de uma série de seminários temáticos que vêm sendo realizados pela Coordenadoria da Infância e Juventude do TJSP com o objetivo de abordar assuntos relevantes para a qualificação das ações profissionais do sistema de Justiça e da rede de atendimento às crianças, adolescentes e famílias. Foi realizado em parceria com a Apamagis, a Escola Paulista da Magistratura (EPM), a Secretaria Estadual de Saúde do Governo de São Paulo; a Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo, a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social do Município de São Paulo, o Hospital Samaritano de São Paulo – Projeto Samaritano Cotia e a Fundação Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente – Casa.

O vídeo das palestras pode ser acessado pelo endereço www.apamagis.com.br/videos

Fonte: Assessoria de Imprensa TJSP – CA (texto) / DS (fotos) imprensatj@tjsp.jus.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s