AMB e APAMAGIS: Inimputável não é o Juiz

AMB e APAMAGIS: O inimputável não é o Juiz

A Justiça é responsável, entre outras missões, pela preservação de direitos individuais inseridos na Carta Magna, como o da liberdade de expressão, uma conquista que precisa ser mantida a qualquer custo.

Causa estranheza a falta de compostura de jornalistas renomados ao lidar com tema tão sensível à sociedade em geral e de maneira específica ao segmento imprensa, principal veículo da propagação da liberdade de pensamento.

O Brasil, perplexo, testemunhou um episódio lamentável em todos os sentidos e transmitido online para o mundo inteiro de uma reunião entre os representantes da Magistratura brasileira e o nosso chefe de Poder, o Ministro Joaquim Barbosa.

Não convém à República e à população ver o esgarçamento entre representantes legítimos de magistrados, eleitos por voto da classe, e as instituições, sobretudo a Presidência do STF.

Por isso, a melhor alternativa é esperar os ânimos serenarem e propiciar ambiente para a interlocução entre os membros do Judiciário.

Há, porém, sempre aqueles que preferem se aproveitar dessas situações para colocar um pouco mais de “lenha da fogueira” e, se possível, destilar um pouco de suas frustrações.

Infelizmente, parece ser o caso do articulista Folha de S. Paulo que, pasme-se, chama todos os magistrados brasileiros de “seres quase inimputáveis”. Como diria as saudosas avós quase iletradas mas com grande cultura, esse sujeito perdeu uma ótima oportunidade de ficar calado.

A vontade de todos os juízes e desembargadores do Brasil seria responder ao despropositado ataque com expressões assemelhadas, quiçá um pouco mais maledicentes.

Entretanto, não lhes é permitido descer ao nível de ofensas injuriosas contra as pessoas e é preciso assegurar que mesmo esses seres com grande exposição midiática e baixa responsabilidade social tenham o direito de se expressar livremente: isso é democracia.

Nada impede que a APAMAGIS e a AMB, entidades que há décadas contribuem para o aperfeiçoamento das leis, da Justiça e da sociedade manifestem sua indignação com os termos nada polidos do articulista Fernando Rodrigues e lamentam profundamente que assunto tão sério seja tratado de maneira tão rasa e vulgar pelo prestigioso jornal Folha de S. Paulo e seus articulistas.

Nelson Calandra
Presidente da AMB

Roque Mesquita
Presidente da APAMAGIS

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s